AJUDE A MELHORAR ESTE VOCABULÁRIO

MANDE A SUA SUGESTÃO

hrubiales@yahoo.com.br

quinta-feira, 16 de julho de 2009

FITOTERAPIA - GLOSSÁRIO - Palavras iniciadas com a letra C


CABEÇA, dor de
CABELO, queda e caspa
CABELOS, fortes e saudáveis
CACHO: inflorescência onde as flores tem pedúnculo longo e são dispostas num eixo comum, alcançando diferentes alturas.
CAFEÍSMO: vício de tomar café; limão.
CÃIBRA de sangue
CÃIBRA do estômago
CÃIBRA do útero
CÃIBRA intestinal
CÃIBRA muscular).
CÃIBRA: câimbra; contração muscular súbita, involuntária e dolorosa, de caráter transitório, geralmente causada por problemas vasculares decorrentes de esforço excessivo ou do frio
CALCIFEROL: vitamina D; vitamina lipossolúvel que combate o raquitismo. Principais fontes: de origem animal, esta vitamina se forma através de reações que ocorrem com próvitaminas na pele, quando o indivíduo toma sol, Vitamina A e D.
CALCIFICANTE: que ajuda a calcificação; que torna os ossos mais fortes.
CÁLCULO biliar: litíase biliar; presença de cálculos nas vias biliares; concreção formada na vesícula biliar ou nos ductos biliares.
CÁLCULO da bexiga
CÁLCULO RENAL: litíase renal; formação de areias ou cálculos nos rins; concreção nos rins
CÁLCULO: formação sólida como uma pedra, que se forma no corpo pela deposição de cristais;
CÁLICE: conjunto de sépalas da flor das angiospermas. Normalmente é de cor verde e está associado a proteção das estruturas florais.
CALMANTE: que acalma e seda as dores e irritações da pele; lenitivo; que exerce a função de acalmar os nervos

CALO: endurecimento acentuado da pele em determinado ponto, por compressão ou fricção contínua, devida a um processo de queratinização
CALORES da menopausa
CALVÍCIE: ausência total ou parcial de cabelos na cabeça; alopecia no couro cabeludo; acomia.
CANAIS DA PINOCITOSE: canais formados por invaginação da membrana para englobamento de partículas líquidas.
CÂNCER DE MAMA:
CÂNCER: qualquer proliferação celular anárquica, incontrolável e incessante, que geralmente invade os tecidos, com capacidade de gerar metástases em várias partes do corpo e que tende a reaparecer após tentativa de retirada cirúrgica ou a levar à morte, se não for adequadamente tratada; tumor maligno; termo usado para referir-se aos carcinomas; prevenir: boa alimentação, fuga dos vícios, fumo, álcool mais higiene; uso interno e externo
CANCEROGÊNICA: substância que causa o desenvolvimento de câncer. Produtos para ajudar no combate ao câncer ou prevenção
CÂNCRO VENÉREO:
CÂNCRO: tumor malígno;
CANDIDÍASE: infecção por fungos da espécie Candida ou Monilia albicans, que acometem geralmente a comissura labial, a boca, a orofaringe, a vagina e o trato gastrintestinal; monilíase;
CAPÍTULO: tipo de inflorescência com flores pequenas, sésseis, próximas e num mesmo eixo.
CÁPSULA: fruto seco deiscente.
CAQUEXIA: estado de desnutrição profunda, produzida por diversas causas;
CARBOIDRATO: qualquer um dos compostos orgânicos formados por carbono, hidrogênio e oxigênio, tais como os açúcares, o amido e a celulose, essenciais para o metabolismo energético; hidrato de carbono.
CARDÍACA: relativa ao coração.
CARDIALGIA: dor na região cardíaca.
CARDIOTÔNICO: fortalece o coração; tonifica o músculo cardíaco; aumenta a contratilidade do músculo cardíaco
CARDITE: inflamação do coração;
CÁRIE DENTÁRIA:
CARBÚNCULO: ou carbúnculo hemático ou ainda antraz é uma doença infecciosa aguda provocada pela bactéria Bacillus anthracis
CARIOGAMIA: fusão dos núcleos de células haplóides (n) formando uma célula ovo ou zigoto (2n).
CARIOGRAMA: heredograma; diagrama usuado para descrever a história familiar em termos de ascendência, descendência e incidência de determinada característica.
CARIOPLASMA: parte líquida que forma o núcleo da célula e onde encontramos em suspensão o material genético.
CARIOTECA: membrana nuclear, presente nas células eucariontes.
CARIÓTIPO: coleção de gens que formam um indivíduo.
CARMINATIVO: que promove a eliminação dos gases desenvolvidos no canal digestivo, acalmando as dores que êles causam, e estimulando o estômago e os intestinos; combate as flatulências (gases) estomacais ou intestinais;
CAROTENO: pigmento amarelo ou alaranjado existente em plantas e em algumas algas; convertido a vitamina a no fígado dos vertebrados; Betacaroteno.
CARPELO: pistilo: megaesporófilo das plantas angiospermas; é formado pelas folhas carpelares enroladas e soldadas; a parte dilatada e oca do carpelo é o ovário, no interior do qual se encontram os óvulos. Pode-se dizer que é a unidade do aparelho reprodutor feminino dos vegetais.
CASPA: escamas da pele da cabeça, células mortas que se desprendem do couro cabeludo.
CATABOLISMO: fase do metabolismo em que ocorre a degradação pelo organismo das macromoléculas nutritivas, com liberação de energia; glutamina.
CATAMÊNIO: fluxo sanguíneo periódico; mênstruo. Ver amenorréia, dismenorréia e menstruação abundante.
CATAPLASMA: emplastro; o material é esmagado cru ou fervido, ainda morno e colocado sobre a parte doente.
CATARATA: opacidade do cristalino, a qual impede a chegada dos raios luminosos à retina:
CATARRO bronquial:
CATARRO da bexiga:
CATARRO do estômago/intestino: Gengibre, paratudo, hortelã, erva-de-santa-maria, tansagem (semente), araruta, arroz (água), alguns laxantes.
CATARRO nasal. Ver defluxo.
CATARRO pulmonar:
CATARRO: excesso de secreção de uma mucosa, devido a um processo inflamatório;
CATÁRTICO: ação purgante energética; purgativa mais enérgica que dos laxantes e menos que dos drásticos. Ver laxativos.
CAULE: parte aérea do vegetal que dá sustentação às folhas e ramos.
CAULÍCULO: parte do embrião vegetal que forma o caule.
CAXUMBA: inflamação das glândulas parótidas (salivares);.
CEFALALGIA: dor de cabeça.
CEFALÉIA: dor de cabeça crônica.
CÉLULA EUCARIÓTICA: aquela que apresenta-se constituída de carioteca.
CÉLULA: unidade microscópica estrutural e funcional dos seres vivos, constituída fundamentalmente de material genético, citoplasma e membrana plasmática (As células dos representantes dos cinco reinos de seres vivos apresentam estruturas características.
CELULITE: alteração do tecido celular subcutâneo; inflamação do tecido celular causada pela má circulação e acúmulo de gorduras e toxinas; gordura localizada; Exercícios físicos, massagens para favorecer a circulação..
CELULOSE: polissacarídio formado pela união de milhares de moléculas de celobiose; cada celobiose é formada por duas glicoses unidas; a celulose é o principal componente da parede da célula vegetal.
CENTRÍOLO: organela citoplasmática presente nas células eucariontes, com exceção das plantas frutíferas; suas funções são originar cílios e flagelos e organizar o fuso acromático.
CENTRÔMERO: constrição primária; é a parte previamente espiralada que forma o cromossomo. É a parte mais condensada que forma e divide o cromossomo.
CERATOPLÁSTICA: cirurgia plástica da córnea; enxerto da córnea.
CHAGAS: ferimentos abertos; úlceras com pus; feridas ulceradas
CÉREBRO:
CHAGAS GANGRENOSAS:.
CHAGAS VENÉREAS:.
CIANOBACTÉRIA: denominação de seres monera que embora apresentem características de bactérias, apresentam também a clorofila, como as algas cianofícias.
CIANÓFITA: designação de seres cianofícios.
CIANOSE: coloração azulada, liquida ou escura da pele devida à má oxigenação do sangue arterial.
CIANOSSOMAS: estrutura celular característica das algas cianofícias que contém pigmentos como a ficocianina e a ficoeritrina.
CIÁTICA: Inflamação do nervo ciático.
CICATRIZANTE: que faz cicatrizar as feridas; recupera os tecidos da pele após uma danificação;
CICLO VEGETATIVO: período da planta compreendido desde a germinação da semente até a morte da planta adulta.
CILIADO: provido de cílios.
CÍLIOS: estrutura filiforme presente na superfície de certas células, em geral mais curtas que o flagelo; sua função é promover movimentos (para a natação, limpeza ou captura de alimentos).
CILLIOPHORA CILIADOS: classe de protozoários cujos representantes se locomovem por meio de cílios.
CIRCULAÇÃO do sangue:
CIRROSE HEPÁTICA: processo degenerativo do fígado
CIRROSE: endurecimento de um órgão devido ao aumento do tecido conjuntivo
CISSIPARIDADE: divisão binária; forma de reprodução assexuada em que organismos unicelulares se reproduzem pela simples divisão da célula.
CISTITE: inflamação da bexiga urinária;
CISTO NO OVÁRIO:
CITOCINESE: divisão do citoplasma que ocorre posteriormente à cariocinese e que completa o processo de divisão celular.
CITOCROMOS: proteína que contém heme (pigmento); funciona como portador de elétrons em uma cadeia de transporte de elétrons; está implicada na respiração celular e na fotossíntese.
CITOFARINGE: local estreito por onde há passagem de alimentos em seres unicelulares.
CITOPÍGEO: ou citoprocto; local da célula de certos tipos de protozoários por onde os resíduos do processo digestivo são eliminados.
CITOPLASMA: região da célula onde se encontram as organelas; o fluido aí presente é o hialoplasma.
CITOSTÁTICA: que inibe o crescimento celular.
CITÓSTOMA: abertura presente na célula de certos tipos de protozoários por onde o alimento é ingerido.
CITOTÓXICO: que tem ação tóxica sobre determinadas células.
CLAMÍDIA doença sexualmente transmissível causada pela bactéria Chlamydia trachomati, que pode danificar os órgãos reprodutores da mulher. Os sintomas da clamídia geralmente são moderados ou ausentes. Pode gerar danos irreversíveis, incluindo infertilidade, antes que a mulher reconheça o problema. Clamídia também causa secreção no pênis de homens contaminados.
CLAMÍDEAS: bactérias muito pequenas que se apresentam como parasitas intracelulares obrigatórias.
CLASMATOSE: o mesmo que clasmocitose. Eliminação de restos digestivos pela célula, através da fusão do vacúolo residual com a membrana plasmática.
CLASMOCITOSE: ver clasmatose.
CLIMATÉRIO: período que precede o término da vida reprodutiva da mulher, marcado por alterações somáticas e psíquicas e que se encerra na menopausa.
CLIVAGEM: segmentação; cada uma das primeiras divisões que ocorrem no ovo; primeiras fases do desenvolvimento embrionário.
CLORO: clorose; tipo de anemia peculiar à mulher; anemia microcítica, própria das moças na puberdade e adolescência; anemia peculiar à mulher, assim chamada pelo tom amarelo-esverdeado que imprime à pele;
CLOROFILA: substância orgânica que contém magnésio, presente no interior dos cloroplastos; responsável pela captação e aproveitamento da energia luminosa no processo de fotossíntese. clorofila.
CLOROPLASTOS: ver plasto e clorofila.
CLOROSE: cloro; tipo de anemia peculiar à mulher; anemia microcítica, própria das moças na puberdade e adolescência; anemia peculiar à mulher, assim chamada pelo tom amarelo-esverdeado que imprime à pele;
COAGULANTE sangüíneo: provoca a coagulação do sangue. Produto para distúrbios na coagulação sanguínea:
COBREIRO:
COCEIRA: sensação desagradável na pele causada por um agente irritante que faz o indivíduo esfregar as unhas no local;
CODIFORME: em forma de coração.
CO-DOMINANTE: sem dominância: define o comportamento de um gens que em homozigose se manifesta livremente, mas em heterozigose divide ou combina suas características com seu par diferente.
COENZIMA: molécula orgânica que desempenha papel acessório em processos catalisados por enzimas; freqüentemente funciona como doador ou aceptor de uma substância envolvida na reação; nad, nadp e fad são coenzimas comuns.
COLÁGENO: material protéico fibroso existente nos ossos, tendões e outros tecidos conjuntivos. Fibras formadoras do tecido conjuntivo a pele; aumenta a produção desta proteína:
COLAGOGO: estimulação do fluxo biliar; excita a secreção da bile; provoca a secreção da bile;
COLECISTITE: inflamação da vesícula biliar;.
COLÊNQUIMA: tecido vegetal de sustentação, formado por células alongadas e vivas (Fibras colenquimáticas); as paredes dessas células têm reforços adicionais de celulose (ver esclerênquima).
CÓLERA MORBO: doença infecciosa aguda, geralmente epidêmica, marcada por intensa diarréia aquosa, cãibras, prostração e anúria, causada pelo Vibrio cholerae, que se transmite especialmente pela água
COLERÉTICO: medicamento que aumenta a secreção da bile. Estimular a liberação da bile. Promove o esvaziamento da vesícula biliar;
COLESTEROL: Taxa normal 200mg%; suspeita 220 a 260; alta 260 a mais. Taxa dos triglicerídios normal 150 mg: suspeito 150-200; alta 200 a mais.
CÓLICA DE RECÉM-NASCIDO:
CÓLICA hepática: cólica do fígado;
CÓLICA menstrual:
CÓLICA renal:
CÓLICA uterina:
CÓLICA: dores abdominais
COLITE: inflamação do cólon;.
COLOSTRO: primeiro leite da mulher, logo depois do parto.
COLUNA VERTEBRAL: aliviar dores,
COMICHÃO:plurido; coceira
COMPLEMENTO ALIMENTAR. Produto complementar à alimentação, adequando-a às necessidades do organismo
COMPLEXO DE GOLGI: organóide celular originado do retículo endoplasmático liso. Apresenta-se como um conjunto de vesículas achatadas e sobrepostas, distribuídas de forma irregular no citoplasma celular.
CONCENTRAÇÃO, aumentar a capacidade de
CONDICIONANTE: regulador das funções.
CONDRIOMA: termo em desuso, antigamente empregado para designar o conjunto de mitocôndrias da célula.
CONECTIVO: parte do estame que liga a antera ao filete no androceu de flores angiospermas.
CONGESTÃO CELEBRAL: excesso de sangue na cabeça
CONGESTÃO do peito. Ver pneumonia.
CONGESTÃO do ventre:
CONGESTÃO HEPÁTICA:
CONGESTÃO RESPIRATÓRIA: .
CONGESTÃO VENOSA:
CONJUGAÇÃO: processo sexual em que há união temporária de dois indivíduos, com troca de material genético.
CONJUNTIVITE: Inflamação aguda ou crônica da conjuntiva, pálpebras avermelhadas. Evitar o vento, excesso de luz, substâncias irritantes
CONSERVANTE: impede a deterioração dos produtos cosméticos por microorganismos.
CONSTIPAÇÃO INTESTINAL: afecção caracterizada pela diminuição do ritmo intestinal, com menor freqüência de evacuações; o mesmo que prisão de ventre;
CONTRACEPTIVA: impede a concepção, evita a gravidez.
CONTRA-INDICAÇÃO: condição ou sintoma que torna desaconselhável o uso.
CONTRATURAS MUSCULARES:
CONTUSÃO: lesão produzida por uma forte pancada
CONVULSÃO: contração violenta e dolorosa devido a problemas do sistema nervoso central; contração patológica, involuntária, de grandes áreas musculares;.
COQUELUCHE: doença infecciosa aguda, produzida por bactérias, altamente contagiosa, peculiar à infância, e que, lesando o aparelho respiratório, se manifesta por acessos de tosse violenta; tosse convulsa, tosse comprida, tosse de guariba;
CORAÇÃO afecções do
CORANTE: que tem o poder de dar coloração a algo, pigmentador.
CORDIAL: medicamento ou bebida que fortalece ou conforta.
CORÉIA: dança de são guido, dança de são vito
CORIZA. Ver defluxo.
CORMÓFITA. Ver traqueófita.
COROLA: do latim: corolla, dim. De corona, coroa; conjunto de pétalas; geralmente a parte manifestamente colorida da flor. Está associada a proteção da parte reprodutora da flor e também é um dos principais atrativos para agentes polinizadores.
CORRIMENTO VAGINAL: inflamação das membranas mucosas, especialmente da uretra e da vagina; DST normalmente causada pela bactéria neisseria gonorrheae;
CORTE: calêndula, barbatimão,
COSMÉTICO: produto destinado a limpeza, conservação, odorização e maquilagem da pele.
COSMETOLOGIA: a ciência dos cosméticos.
COTILÉDONE: do grego kotyedon; cavidade em forma de taça; estrutura, semelhante à folha, no embrião de uma planta seminífera; relaciona-se com a digestão e armazenamento de alimento que irão nutrir o embrião vegetal nas primeiras fases de vida.
COXALGIA: afecção da coxa
COZIMENTO: decocto; decocção; o material em água fria é levado ao fogo até a fervura. A maioria dos chás é feita assim.
CRAVO: afecção do folículo sebáceo da pele.
CRISÁFITAS: o mesmo que crisótifas. Algas protistas simples com pigmentos como o caroteno e a xantofila. São predominantemente marinhas, fazendo parte do plâncton.
CROMÁTIDE: cada um dos dois filamentos cromossômicos que se mantêm unidos pelo centrômero após a duplicação cromossômica; assim que separadas na anáfase, cada cromátide passa a ser chamada de cromossomo.
CROMATINA: material filamentoso, muito corável, presente no núcleo das células; corresponde ao conjunto de cromossomos descondensados presentes na célula interfásica.
CROMATÓFOROS: célula pigmentada presente na superfície corporal de certos animais invertebrados (moluscos, crustáceos etc.) e de certos vertebrados (peixe, anfíbios etc.); pelo espalhamento ou concentração dos grãos de pigmento nos cromatóforos, o animal varia sua cor e tonalidade, confundindo-se com o ambiente.
CROMONEMA: filamento de dna, desespiralado que forma a cromatina.
CROMOPLASTOS: plastos que apresentam pigmentos coloridos. Ex. Cloroplastos, xantoplastos, eritroplastos, etc.
CROMOSSÔMO X: Cromossômo que em mamíferos determina a formação de características sexuais femininas. Para a formação do sexo feminino é preciso o par XX.
CROMOSSOMO Y: Cromossômo que em mamíferos determina a formação de características sexuais masculinas. Para a formação do sexo masculino é preciso o par XY.
CROMOSSOMO: cada um dos filamentos presentes no núcleo das células eucariontes, constituído basicamente por DNA e proteínas; nele situam-se os genes.
CRUPE: difteria laríngea.
CUMARINA: grupamento químico presente em diversas plantas medicinais; são caracterizadas por dois núcleos cíclicos de carbono semelhantes ao benzeno liga!Ias a uma cadeia lateral de átomos de carbono.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário